PianoClass Facebook Logo
.top-nav-bar
Contato e mais informações

Bruno Angelo


Comecei estudando piano quando criança, mas desde sempre meu envolvimento com a música foi diversificado. No começo isso se refletiu na minha pouca dedicação exclusiva – não era o tipo de aluno que sonhava em ser concertista nem queria passar várias horas por dia estudando as partituras que me passavam meus professores. Mas com o tempo me foram surgindo mais oportunidades de tocar e interagir com outros músicos e diversos gêneros musicais, até que me vi envolvido em tantas atividades distintas que já não sabia mais que tipo de músico eu era.

Entretanto, uma característica sempre foi constante em mim: a vontade de experimentar e especular com música, seja qual fosse o gênero ou lugar onde estivesse. Por isso me decidi por me profissionalizar em composição musical, uma recanto da música onde as coisas são menos definidas e, por isso mesmo, mais abertas. Apesar de até hoje me perguntar que tipo de músico eu sou, é na música de concerto que me sinto em casa, apesar de continuar me envolvendo com outros tipos de música. Quando sinto vontade de escutar música, é nesse repertório que mergulho, seja medieval, barroco, contemporâneo, o que for.

E é principalmente com ele que dialogo quando escrevo música, e por isso os espaços em que meu trabalho pode ser visto são geralmente festivais de música contemporânea, seminários e concertos. Assim ganhei alguns prêmios, como o Prêmio Funarte de Composição Clássica (em 2010 e 2012), e participei de diversos eventos, como o II Encontro Internacional de Música de Câmara em Évora (Portugal), o Música de Agora na Bahia, em Salvador, ou a Academia Nacional de Composición con Nuevas Tecnologías, em Buenos Aires. Também já inventei meus próprios espaços de apresentação em Porto Alegre, como o coletivo Música de POA, e os festivais Música em Facetas e Babel, sempre trabalhando com outros músicos e artistas interessados em criar socialmente novas maneiras de se interagir com a música.

Minha vontade de experimentar segue sempre viva, e por isso desenvolvi uma pesquisa de doutorado em composição musical na UFRGS, na qual estudei o potencial criativo de nosso envolvimento com a música, seja como compositores, instrumentistas ou simplesmente apreciadores. De certa forma, vejo todo projeto musical como uma espécie de bomba cultural, que pode começar com uma pequena explosão no meu estúdio, com algumas notas sobre uma folha pautada, mas que, com esperteza e trabalho, vai retumbar em outros lugares e envolver muitas pessoas no interesse comum de dar vida aos nossos sonhos sonoros –afinal, quem não os têm?

Saiba mais sobre as nossas aulas de piano via Internet

Bruno Angelo

Compositor e Professor na PianoClass
Bruno Angelo, compositor
BRUNO ANGELO
Bruno Angelo, Introverso